Background.png

SOBRE

Empresa fundada em Janeiro de  2021, tendo entre seus fundadores André Ferreira, empresário com mais de 15 anos de experiência no mercado de TI, tendo recentemente vendido uma de suas empresas a Vigia de Preço para a Mosaico S.A. dona do Buscapé e Zoom e seus primos Augusto Rocha e Higor Bissoli.


“A ideia era criar um jogo e lembrar do nosso tempo de infância quando nos reunimos nas férias para jogar Ultima Online, Diablo 2, Ragnarok, entre outros, e ficávamos revezando 3 em um único computador, sempre foi nosso sonho pegar referências de jogos que marcaram nossas vidas e trazer a vida uma versão mais moderna” - André Ferreira


Em Abril com a venda do Vigia de Preço esse sonho se tornou realidade, pois parte do valor da venda foi usado para investir nessa nova empresa, a Uzmi Games Studio, logo em seguida o influenciador Douglas Mesquita (Rato Borrachudo) vira sócio do projeto a convite de André Ferreira para assumir a parte de divulgação, marketing e BI. 


“Nosso objetivo é se tornar referência internacional em desenvolvimento de jogos e mostrar para o mundo que aqui no Brasil também se faz superproduções de qualidade, queremos ter em breve todo equipamento e equipe para desenvolver jogos AAA no nível de grandes estúdios internacionais” - Douglas Mesquita


Com a pandemia a procura por jogos de qualidade aumentou e existe uma grande parcela do mercado sedenta por jogos sandbox fora dos padrões lineares, exemplo disso foi o grande sucesso do jogo Albion que hoje conta com milhões de jogadores pelo mundo.


“O estúdio começou pelo mais difícil que são jogos de MMORPG, e estamos alcançando alto nível de qualidade gráfica, jogabilidade em pouco tempo, em menos de 1 ano já temos uma versão jogável para ser disponibilizada em Dezembro de 21 para um público fechado e nossas previsões e testar stress dos servidores já no início do 22, acredito que depois dessa experiência o estúdio está preparado para produzir qualquer tipo de game com alta qualidade para atender até mesmo os públicos mais exigentes” - André Ferreira